WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Olá, como posso ajudar?

Terapia Cognitiva Comportamental

terapia-comportamentalA Terapia Cognitiva-Comportamental (TCC) baseia-se em uma formulação em contínuo desenvolvimento do funcionamento do cliente em termos cognitivos. Levanta hipóteses sobre eventos-chave, desenvolvimentais e atuais e padrões duradouros de interpretação desses eventos – crenças arraigadas, como atribuir conquistas à sorte e fracassos à falta de talento pessoal.

Nas técnicas da Terapia Cognitiva-Comportamental, o psicólogo busca estabelecer uma aliança segura entre ele e seu cliente, onde este sinta empatia, atenção, cordialidade, respeito genuíno, e competência. O psicólogo deve ouvir com atenção, resumir acuradamente, fazer apontamentos, questionamentos e indicações baseadas nas técnicas e experiências, sendo realisticamente otimista.

A participação ativa do paciente é incentivada, para que aos poucos ele vá adquirindo experiência e conhecimento em fazer seus próprios entendimentos mais acertados. Com isso, na terapia, é trabalhado a prevenção de recaída. Orientada em metas, a TCC enfatiza principalmente o funcionamento presente do cliente e aquilo que ele quer alcançar.

O cliente aprende a identificar, avaliar e responder seus pensamentos e crenças disfuncionais, utilizando uma variedade de técnicas para reconstruir o pensamento, equilibrar as emoções e aprimorar o comportamento.

Crianças à partir de 5 anos: a primeira sessão do atendimento infantil é realizada somente com o(s) responsável(is), no intuito de saber mais da família, dos problemas e da realidade da criança e o que ela está causando.

Muitas perguntas os pais não gostariam que o filho soubesse. E realmente pode vir a prejudicar o tratamento, não sendo uma regra. A terapia é realizada de forma lúdica: as crianças não aguentam ficar paradas conversando durante 50 minutos, mas quando brincam, desenham, pintam, falam com palavras e com o corpo, o que é extremamente vantajoso ao tratamento. Nesse ínterim, os pais (ou responsáveis) também são chamados para a psidoeducação.
terapia-comportamental2
A psicoeducação explica como serão as sessões, os termos que serão usados (pensamento automático, leitura de pensamento, esquemas, tudo ou nada, ditadura dos ‘deveria’, pensamento dicotômico, etc), deveres de casa, etc.

Baseia-se na disponibilidade de informações teórica e prática que favorecem, os cuidadores informais e familiares, uma melhor compreensão da doença e o desenvolvimento de competências para melhor gerir os sintomas e dificuldades que lhes estão associadas. Várias patologias podem ter o mesmo sintoma, o que torna necessária a psicoeducação e o diagnóstico diferencial.

No decorrer da terapia podem ser abordados alguns temas, como: diagnóstico, causas, sintomas, curso e prognóstico da doença, comunicação, tratamentos farmacológicos e psicossociais, identificação de sinais precoces de alarme e prevenção de recaída, gestão da crise, promoção de hábitos de vida saudáveis, técnicas de gestão de stress, articulação com os serviços, como lidar com o estigma, técnicas de resolução de problemas.

Para adultos que possuem alguma patologia ou sofrimento, a psicoeducação ajuda a adquirir conhecimentos e competências para melhor compreender e gerir a doença, promove a adesão ao tratamento, promove a prevenção de recaídas e reinternamentos (quando é o caso), facilita a aquisição de um estilo de vida saudável e autônomo, facilita a compreensão da doença e respectivos sintomas, favorece atitudes de aceitação e expectativas adequadas em relação ao familiar doente, reduz o stress e a sobrecarga familiar, melhora a qualidade de vida e o ambiente familiar, apoia no desenvolvimento de competências que melhorem a gestão das dificuldades que advêm do cuidado e convivência com um familiar que tem doença mental, promove o desenvolvimento de competências para se tornarem recurso importante na reabilitação e melhoria da pessoa com distúrbios mentais (não necessariamente psiquiátricos).

Para agendar a sua consulta, entre em contato ou ligue para o número (21) 99807-1280
Não deixe de conferir os serviços oferecidos e outros tipos de atendimento no site da melhor psicóloga na Tijuca.

2 Comentários

Assinar feed dos Comentários

  1. - Responder

    Como faço pra agendar uma consulta para minha filha?

    • - Responder

      Boa noite Giselle!

      Peço desculpas pela demora em responder, mas como as pessoas, geralmente, entram em contato por email ou whatsapp, acabo esquecendo de entrar nos comentários do site.

      Não sei se você já marcou terapia para sua filha com outro profissional ou se ainda tem interesse em marcar comigo.
      Caso queira, entre em contato pelo celular/whatsapp (21)96940-3462 ou pelo e-mail: daniellemarquess@yahoo.com.br

      Atenciosamente,
      Danielle Marques.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.