WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Olá, como posso ajudar?

Transtorno do Controle dos Impulsos

O Transtorno de Controle dos Impulsos reúne um grupo de transtornos que tem como principal característica a dificuldade em resistir a um impulso ou à tentação de executar um ato perigoso para si próprio ou para terceiros.

O ato é precedido por tensão crescente,  excitação, gratificação, prazer ou alívio ao cometer o ato. Podendo haver culpa, arrependimento, auto recriminação, ou não.

Nesses transtornos também estão incluídos: compulsão por roubar (cleptomania), beliscar, ferir-se,  morder os lábios ou as cutículas coçar o globo ocular tentando arrancá-lo, etc.

Muitos pacientes cobrem o corpo para esconder as lesões, que podem inflamar ou infeccionar.

Transtornos alimentares: são doenças que se manifestam por alterações do comportamento alimentar.

Pacientes com transtornos alimentares têm em comum a preocupação exagerada e obsessão com o peso, a comida, as calorias e a imagem corporal, o que os leva a atitudes extremas para controlar o peso, como dietas radicais e comportamentos compensatórios. A pessoa tem uma percepção errada de seu peso e de sua imagem corporal. Estes sintomas causam grande prejuízo à sua saúde física e mental. As mais graves consequências clínicas dos transtornos alimentares são: desnutrição, desidratação, atraso no desenvolvimento da puberdade: irregularidade menstrual ou interrupção da menstruação em meninas, redução da massa óssea, interrupção do crescimento, fertilidade; redução da pressão arterial, batimentos cardíacos irregulares, pele ressecada e cabelos finos, lanugo (desenvolvimento de uma penugem fina no rosto e nas costas, como de bebês recém-nascidos), alterações de hormônios sexuais e da tireóide, diminuição na produção de células sanguíneas, atrofia cerebral e alterações na atividade elétrica cerebral, disfunções do estômago e intestino, distúrbios metabólicos, cáries e perdas dentárias. Frequentemente apresentam isolamento social, dificuldades de relacionamento, sintomas depressivos e ansiosos. Em adolescentes, que são os mais afetados, ocorre uma interrupção em seu desenvolvimento.

Eles são divididos em: anorexia nervosa, bulimia nervosa e comer compulsivo.

Na anorexia nervosa, além da preocupação em estarem obesos ou com sobrepeso, é comum fazerem rituais, como organizar a comida na despensa, calcular calorias o tempo todo e fazer exercícios compulsivamente.

Na bulimia nervosa, a pessoa, em momentos de ansiedade, ingere grandes quantidades de comida em curto espaço de tempo, seguidos da indução de vômitos ou uso de laxantes, causados pela culpa. Rituais como apalpar-se, pesar-se ou olhar-se no espelho inúmeras vezes são comuns, denominados checagens. É muito comum a alternância entre a Bulimia e a Anorexia.

Os pacientes que recebem o diagnóstico de transtorno alimentar não especificado são os que apresentam alguns sintomas de anorexia nervosa ou bulimia nervosa, mas não têm a todos os sintomas. Estes casos podem ser tão graves quanto os de anorexia ou bulimia. Dentro da categoria de transtorno alimentar não especificado, existe também o transtorno de compulsão alimentar periódica, em que os pacientes apresentam episódios de perda de controle e comem exageradamente durante um curto período de tempo, mas não têm comportamentos compensatórios.

Sem comentários. Seja o primeiro a comentar

Assinar feed dos Comentários

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Campos com * são obrigatórios.